segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Sustento

As vezes nosso mundo desaba, e com ele desabamos. Quando tudo parece caminhar na mais perfeita ordem a bomba atômica explode. E parece que tudo de bom que antes aconteceu nunca existiu. Trevas. A cabeça da voltas e voltas tentando encontrar uma solução para um problema que não é seu. Explicação nenhuma é plausível. Impotência. Tudo que você já fez de bom é nulo. O mal que te fazem é indireto, mas dói como se fosse proposital. As pessoas fazem coisas erradas como se ninguém mais no mundo existisse, como se ninguém mais fosse afetado.
Toda ação tem uma reação. O universo te devolve tudo que você deseja e faz a si e ao próximo. Bondade traz bondade, maldade traz maldade, e por aí vai... A vida é feita de escolhas, então que cada um colha o que deseja plantar. E não é você quem vai decidir pelo outro. Livre arbítrio, saca? O importante é se manter em pé, de cabeça erguida e braços abertos, pernas abertas na linha dos ombros e joelhos semiflexionados, para que quando essas pessoas tropecem na sua frente, você tenha força e equilíbrio para não as deixar cair.

Um comentário:

Paulinha disse...

texto lindo da porra...