sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Surto de inspiração

Meu corpo é um monumento!
Templo de movimentos e momentos.
Meu corpo fala!
Gesticula, acaricia, bate, grita... apenas com os olhos.
Meu corpo flutua!
Dança, goza, rodopia, ao som de qualquer melodia... se arrepia.
Meu corpo?
Meu corpo te quer! 
Inteiro, intensamente, cada poro, cada pelo, cada gota... suspiros.
Meu corpo morre.

Nenhum comentário: